9 de novembro de 2017

ÀS VEZES, É COMO SE ESTIVÉSSEMOS NO CAMINHO CERTO

A gente vai brincando de viver, de acreditar e de sonhar. Como uma roda gigante, num segundo tudo é rosa, mas noutro já é tempestade - ainda assim, às vezes, é como se estivéssemos no caminho certo. 
E esse caminho é complicado, cheio de erros (quase) inevitáveis. Entre um encontro e outro, conhecemos gente para esquecer e outros para para guardar no coração. 
Com todas as turbulências, há sempre alguém que olha por nós e há sempre em nós o pensamento em algo ou em alguém. Algo que nos fortalece, que nos faz sorrir, e em alguém que nos queira bem. 
Uma estrada perigosa e incerta. Há muito degrau para subir, mas ainda assim, às vezes, é como se estivéssemos no caminho certo...


fonte




















Like na página: "A Escrita e Eu" no Facebook
Segue no Instagram: @jhenifferluiz



Sem comentários:

Enviar um comentário