24 de novembro de 2013

Chove, chuva

Chuva, chove.
Chove para os que padecem ,
para os que necessitam,
para os que merecem.
Chuva, cai para todos
e não apenas para um.
Sê honesta e não favoreças aqueles que não fazem nenhum.
Este pedido de nada serve
Afinal, é o teu destino,
não podes dizer que não.
Chuva, 
primeiro molhas o cimo da árvore
e só depois chegas ao chão.
Por mais que escreva sei que nada mudará
porque ninguém muda a natureza.
Hoje é assim e amanhã assim será.




2 comentários: